quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Livro: E Viveram Felizes Para Sempre


Sinopse: "Alguns finais são apenas o começo... 
Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos... 
Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza. 
Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes? 
A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história?
 Julia Quinn acha que não e, em “E viveram felizes para sempre”, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton. 
Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro."

Comentando...

Bom, a sinopse deste livro deixa bem claro o que irá se encontrar dentro de cada página. Algo que destaco é que no início de cada conto a autora explica a motivação de voltar ou continuar determinada parte da história. É como se Quinn estivesse ali ao lado do leitor conversando e isso só faz aumentar a vontade de ler.

A escrita da autora continua com aquele toque mágico que faz o leitor rir e suspirar, sempre deixando o gostinho de quero mais. Talvez, esse seja o segredo de sucesso da autora.

Esta é uma leitura recomendada apenas para quem leu todos os livros da série "Os Bridgertons" para poder entender cada história.

A editora caprichou na diagramação e manteve a capa ao estilo dos outros livros da saga, ou seja: Perfeito.

Para fechar com chave de ouro, a última parte do livro  é dedicada a personagem Violet e é ótimo conhecer mais da "criadora genética", vamos assim dizer, da querida família Bridgerton que conquistou nossos corações.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Livro: Seduzida por um Guerreiro Escocês - Maya Banks















Sinopse:"Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, poisapesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola. Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino – despreparada para os deleites que viriam. Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor."

Comentando...

 Antes do início da resenha propriamente dita, um obrigada bem especial para editora Universo Dos Livros que enviou este exemplar para resenha. Depois dos agradecimento, agora sim posso comentar sobre o livro cuja capa linda eleva as expectativas e que certamente o leitor não irá decepcionar-se com o conteúdo.
 Foi o primeiro contato que tive com a escrita de Maya Banks e mesmo sendo um romance de época a autora sabe colocar na medida certa as descrições e consegue envolver o leitor logo nos primeiros parágrafos que deixa bem claro a rivalidade entre as famílias Montgomery e Armstrong.


"[...],mas o pior era o fato de ela se uma Armstrong, o que significava que, mesmo que fosse a mulher mais perfeita do mundo, Graeme não iria querer nada com ela." - Página 14

" [...] Ela devia ter ouvido melhor quando teve oportunidade, mas, para ela, os Montgomery eram monstros da escuridão, quase como uma fera imaginária que os bardos cantam em suas fábulas." - Página 32

"Não, ela se casaria no clã dos Montgomery.Eveline se tornaria a exata coisa que aprendera a odiar." - Página 34

 Há todo um drama na vida de Eveline que faz ela perder a audição e deixar a própria família sem entender o que ocorreu. Por isso, apesar do casamento arranjado Eveline vê isso, como uma oportunidade de começar de novo, principalmente ao perceber que Graeme a trata bem e o interesse desperta ao constatar que pode sentir a voz grave do marido.

 Os personagens secundários como os irmãos de Graeme e principalmente Rorie - a única irmã da família- dão ao livro a dinâmica necessária. Eveline será a verdadeira mocinha de conto de fadas, pois apesar das suas boas intenções, as mulheres do clã de seu marido não a receberão bem.

 Maya Banks soube colocar diversos acontecimentos que encaixam-se perfeitamente ao enredo trazendo o crescimento dos personagens e desenvolvimento da narrativa. "Seduzida por um Guerreiro Escocês é aquela leitura para deixar-se envolver do início ao fim.


Observação: Ao final da leitura, nos Agradecimentos, a autora explica que criou a protagonista baseada em seu marido que também teve a audição afetada.

sábado, 17 de dezembro de 2016

Lançamentos: Editora Arqueiro

O Natal está chegando e um ótimo presente chama-se: LIVROS. Então, a seguir, alguns dos lançamentos da Editora Arqueiro que tem livros para todos os gostos.

Sinopse:"Francisco Presto nasceu numa pequena cidade da Espanha em plena guerra civil. Com a infância marcada por tragédias, Frankie se torna pupilo de um professor de música cego, que se dedica a lhe ensinar tudo o que sabe.
Ao completar 9 anos, ele foge para os Estados Unidos carregando consigo apenas seus bens mais preciosos: um violão e seis cordas mágicas.
Com um talento fora do comum para tocar e cantar, Frankie rapidamente alcança o estrelato e influencia o cenário musical do século XX, apresentando-se ao lado de nomes consagrados como Elvis Presley e Little Richards.
No entanto, seu dom se transforma em um terrível fardo quando ele percebe que pode afetar o futuro das pessoas: uma corda de seu violão fica azul cada vez que uma vida é alterada.
No auge do sucesso, assombrado por seus erros e por seu estranho poder, Frankie sai de cena por anos, apenas para ressurgir para um espetacular e misterioso adeus.
"

Sinopse:"Mesmo sendo conhecido como o mais durão dos irmãos, Ryder Montgomery deixa as mulheres aos seus pés quando coloca seu cinto de ferramentas. Nenhuma delas é imune a seu jeito sexy quando está no trabalho. Sem contar, é claro, Hope Beaumont, a gerente da Pousada BoonsBoro. Ex-funcionária de um luxuoso hotel em Washington, Hope está acostumada à agitação e ao glamour, porém isso não significa que ela não aprecie os prazeres da cidade pequena. Sua vida está exatamente como ela deseja – exceto pela questão amorosa. Sua única interação com alguém do sexo oposto são as frequentes discussões com Ryder, que sempre lhe dá nos nervos. Ainda assim, qualquer um vê que há uma química inegável entre os dois. Enquanto o dia a dia na pousada transcorre sem problemas graças aos instintos infalíveis de Hope, algumas pessoas de seu passado estão prestes a lhe fazer uma indesejável – e humilhante – visita. Mas, em vez de se afastar ao descobrir que Hope tem seus defeitos, Ryder só fica mais interessado por ela. Será que pessoas tão diferentes podem formar um par perfeito? No livro que encerra a trilogia A Pousada, Nora Roberts apresenta Ryder Montgomery, que, ao tentar driblar o amor refugiando-se no trabalho, acabou sendo surpreendido pelo sentimento mais nobre e profundo que já teve."

 Sinopse:"Irmã do meio entre as três proprietárias de um refinado ateliê de Londres, Sophia Noirot tem um talento inato para desenhar chapéus luxuosos e um dom notável para planos infalíveis. A loura de olhos azuis e jeito inocente é na verdade uma raposa, capaz de vender areia a beduínos. Assim, quando a ingênua lady Clara Fairfax, a cliente mais importante da Maison Noirot, é seduzida por um lorde mal-intencionado diante de toda a alta sociedade londrina, Sophia é a pessoa mais indicada para reverter a situação. Nessa tarefa, ela terá o auxílio do irmão cabeça-dura de lady Clara, o conde de Longmore. Alto, musculoso e sem um pingo de sutileza, Longmore não poderia ser mais diferente de Sophia. Se a jovem modista ilude as damas para conseguir vesti-las, ele as seduz com o intuito de despi-las. Unidos para salvar lady Clara da desonra, esses charmosos trapaceiros podem dar início a uma escandalosa história de amor... se sobreviverem um ao outro. Em “Escândalo de cetim”, segundo livro da série As Modistas, Loretta Chase nos presenteia com um dos casais mais deliciosos já descritos. Além de terem uma inegável química, Sophia e Longmore são divertidos como o rodopiar de uma valsa e sensuais como um corpete bem desenhado."

Sinopse:"A história pode estar prestes a mudar. 1914: a Alemanha se prepara para a guerra e os Aliados começam a construir suas defesas. Ambos os lados precisam da Rússia, que enfrenta graves problemas internos e vive na iminência de uma revolução. Na Inglaterra, Winston Churchill arquiteta uma negociação secreta com o príncipe Aleksei Orlov, visando a um acordo com os russos. No entanto, o anarquista Feliks Kschessinsky, um homem sem nada a perder, está disposto a tudo para impedir que seu país envie milhões de rapazes para os campos de batalha de uma guerra que nem sequer compreendem. Para isso, ele se infiltra na Inglaterra com a intenção de assassinar o príncipe e, assim, frustrar a aliança entre russos e britânicos. Um mestre da manipulação, Feliks tem várias armas a seu dispor, mas precisa enfrentar toda a força policial inglesa, um brilhante e influente lorde e o próprio Winston Churchill. Esse poderio reunido conseguiria aniquilar qualquer homem no mundo – mas será capaz de deter o homem de São Petersburgo? Costurando com maestria a narrativa ficcional à colcha da História, mais uma vez Ken Follett fala sobre assuntos universais, como paixões perdidas e reencontradas, amores e traições, ao mesmo tempo que oferece uma visão precisa sobre os acontecimentos que mudaram o mundo para sempre."

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Cinema: Fallen














Sinopse: "Responsabilizada pela misteriosa morte de seu namorado, Lucinda Price (Addison Timlin) vai para um reformatório. Em Sword & Cross ela se aproxima de Daniel Grigori (Jeremy Irvine), sem saber que ele é um anjo apaixonado por ela há milênios, e também não consegue se manter afastada de Cam Briel (Harrison Gilbertson), outro que luta há tempos por seu amor."

Comentando...


Foram anos esperando e depois da longa espera, finalmente a adaptação do meu livro queridinho Fallen foi parar nas telonas do cinema. Tenho o costume de me preparar para assistir qualquer filme que seja baseado em livro que eu já tenha lido, o motivo? Sempre tem alterações, então tem que ir com a mente aberta. Sinceramente, já estava ao ponto de achar que nunca seria lançado. Então, é um presente poder ter a concretização de Fallen - o filme.


Como mencionado, há mudanças no livro x filme,a seguir a listagem:


- Luce tem o cabelo curto, pois durante o incêndio em que seu namorado morre ela queima pedaços do cabelo;

- Quem recebe Luce no colégio não é um homem e sim uma mulher cuja descrição Lauren Kate destaca bem no livro;
- Não há aulas sobre "Anjos Caídos" como é apresentado no filme;
- O Daniel do livro é mais "sério" para tentar afastar-se de Luce chega ao ponto de mostrar o dedo do meio para ela sem motivo algum e outra característica que chama atenção no livro é que em sua primeira aparição ele está com um cachecol vermelho;
- A festa de Cam ocorre no quarto e não na floresta próximo ao colégio;
- A cena do beijo entre Cam e Luce seguida pela briga dele com Daniel ocorre na biblioteca do colégio;
- E não! Luce não dirige uma moto e vai no show de rock.

Apesar das diferenças, Fallen consegue captar a essência da história e teve um bom elenco.O único "Porém" é que quem não conhece o livro ao ver o filme; vai associar a saga Crepúsculo. Mas, são sagas completamente diferentes, não trata-se de apenas trocar vampiros por anjos como alguns podem pensar.


O filme foi perfeito? Não, contudo lembro que é o primeiro depois de muitos leitores ansiosos esperando. Foi ótimo ver um lindo Daniel desenhando, uma Luce com um belo vestido gótico fazendo referência a capa do livro, uma Molly briguenta, a atuação de Harrison como Cam particularmente me surpreendeu e teve aquela química entre todos os atores envolvidos.



Finalmente, A pergunta: Recomendo o filme? Com certeza. E é importante ajudar na popularidade para garantir as continuações. Então, assista! 

domingo, 11 de dezembro de 2016

Livro: O segredo de ELLA E MICHA - Jessica Sorensen

Sinopse:"Que terrível segredo separa Ella, uma garota que foge do passado, e Micha, um rapaz apaixonado e disposto a tudo para reaver o seu amor?
Ella e Micha se amam desde a infância, mas um trágico acontecimento muda o rumo de suas vidas, afastando-os. Ella adota uma nova personalidade para fugir de seus conflitos, mas não vai conseguir enganar os outros e a si mesma por muito tempo, fingindo ser quem não é, e negando o amor que sente por seu amigo.
O passado de Ella contém Micha, mas Micha não quer ser só o passado de Ella, e sim, seu futuro.
Nessa história envolvente, que empolgou jovens no mundo todo,  Jéssica Sorensen ilustra de modo sensacional o universo dos conflitos juvenis, onde há rebeldia, problemas familiares, traumas e solidão, mas também o prazer das descobertas sexuais, a vivência do amor e a superação."
Comentando...
Primeiramente, gostaria de deixar registrado aqui na postagem um agradecimento muito especial para Geração Editorial que gentilmente enviou um exemplar deste volume e do próximo livro para o blog.
 Esse livro sempre despertou minha curiosidade e depois da leitura posso falar que fico feliz em ter tido essa "curiosidade" pois me fez conhecer personagens singulares com uma história que prende desde a primeira página!
"O Segredo de Ella E Micha" trata-se do estilo do momento, o famoso New Adult, visto que a protagonista está naquela fase da vida em que encontra-se na faculdade. É interessante que a autora intercala o ponto de vista dos protagonistas Ella e Micha sem necessariamente ser por capítulos, ou seja, no mesmo capítulo o leitor encontrará pontos de vistas diferentes. 
 Jessica Sorensen sabe dar vida as palavras e juntá-las de maneira suave formando frases e parágrafos que fluem naturalmente. É trabalhado questões sérias como a doença que a mãe da personagem Ella sofreu. Contudo, a autora soube explorar a temática sem ser algo exaustivo, sabendo ter o toque de delicadeza necessário. E trata principalmente a questão do autoconhecimento.
"Detesto espelhos. Não porque odeie meu reflexo nem porque sofra de eisoptrofobia. Espelhos enxergam além da imagem." - Página 9
Você sempre teve um boa percepção de certo e errado. Só tem dificuldade de admitir que,  às vezes, escolhe o errado.
 Sei disso - aponto para mim mesma. - É por isso que me transformei em uma Ella que não faz nada de errado e que consegue manter a vida sob controle. "  - Página 69
" Todo mundo leva um café para viagem e vamos para porta. Deixo o meu na mesa, junto com algo mais, mais não sei bem o quê.
Talvez um pedaço da minha nova identidade." - Página 90
Ella vive em uma família envolvida por problemas e tem uma grande amizade que transforma-se em amor pelo seu vizinho Micha. O grande diferencial nesta leitura é que apesar de Micha ser o mocinho que toda leitora romântica ama, ele também é um personagem complexo e tem seus dramas pessoais. 
Além dos protagonistas a autora soube criar ótimos personagens secundários, os conhecidos: "amigos dos protagonistas" . Além de Ella e Micha terem um ao outro, fica claro a importância de Lila e Ethan para história.
Há diversas referências musicais na leitura, tanto que ao final há a lista da "Trilha sonora" composta por nove músicas.
O final  deixa o grande gostinho de quero mais e claro que é proposital pois há o volume 2 que em breve terá uma resenha por aqui.
Para encerrar esta resenha, deixo um diálogo especial que me encantou e particularmente acho que define a mensagem deste livro:
 Só porque está quebrado não significa que perdeu a importância. E imaginei que um dia o daria a você, no dia em que percebesse que todos nós erramos e que tudo bem cometer erros. Eles fazem parte da vida." -Página 250

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Seriado: Gilmore Girls - A Year in the Life














O famoso seriado do início do ano de 2000, finalmente teve o seu "revival"contendo quatro episódios com cerca de uma hora e meia de duração, em que cada um representa uma estação do ano. Inicialmente, a proposta desta resenha era apenas alguns comentários sem spoiler sobre meu seriado queridinho, mas devido aos segundos finais do quarto episódio, já aviso: Esta postagem contêm spoiler!

Primeiro tenho que comentar que foi um prazer revisitar a querida Star Hollow, o encanto de cada pequeno detalhe: O trovador da cidade na esquina cantando suas canções, o mercadinho, as reuniões excêntricas de Taylor, a Escola de Dança da Miss Patty, antiquário e claro o lugar onde tem o café mais famoso, segundo a protagonista Lorelai Gilmore, a lanchonete Luke's.

Contudo, além do cenário, nenhuma boa história tem a sua alma sem eles: Os personagens. E Gilmore Girls é o tipo de seriado que é repleta de destaques. Entre os personagens secundários, quem merece palmas é a atriz Liza Weil - interprete de Paris Geller cujo personagem continua com a mesma essência e rende boas risadas ao espectador quando retorna ao seu colégio para uma palestra.

Richard Gilmore era interpretado pelo autor Edward Hermann que faleceu no ano de 2014, foi homenageado ao longo da série, especialmente no episódio de estreia. Neste caso a arte imitou a vida e seu personagem faleceu, deixando este momento marcado, já que sua esposa Emily Gilmore tem que aprender a viver sem o marido. Os criadores de Gilmore Girls souberam trazer este assunto com muita delicadeza.

Quanto aos protagonistas, mais uma vez Lorelai (Lauren Graham) encanta os fãs do seriado, com suas características: Referências ao mundo Pop, falar rápido demais, seu vício por cafeína e o amor pela filha. Falando em filha, quem infelizmente deixou muito a desejar foi a personagem Rory, ela merece um novo parágrafo.

Rory Gilmore era a queridinha entre o grande público, apesar de alguns erros ao longo das antigas temporadas (Tem um tempo que larga a faculdade ...)  ela sempre demonstrava arrependimento, preocupação com seu futuro e com as pessoas ao seu redor. Entretanto, o que se vê nesta temporada, é uma adulta imatura, tentando se passar por “moderna”. Isso fica  óbvio quando o espectador vê a personagem novamente com Logan e ela tenta passar o estilo de “O que acontece em Vegas, fica em Vegas” nesse caso seria “O que acontece na Inglaterra, fica na Inglaterra” já que Rory se propõe a ficar com Logan sem compromisso quando ela vai para Inglaterra. Contudo, o grande problema é que ele não está solteiro e sim noivo!  Rory apesar de no fundo ficar triste com a situação, simplesmente aceita isso. Outra evidência é o novo personagem inserido na história, o Paul, trata-se de um namorado que Rory quase não vê e sempre esquece de terminar com o rapaz. A “antiga Rory” sentiria-se culpada por essa situação; perceberia o erro de continuar com Logan e tentaria mudar. Afinal não foi esta mesma personagem que na sétima temporada recusou o pedido de casamento para se dedicar a sua carreira? Uma jovem independente e que busca o sucesso profissional. Para fechar, nos últimos segundos do último capítulo Rory revela a mãe que está grávida. Sinceramente, eu não esperava que isto acontecesse assim. Ao que tudo indica não é uma notícia que impõe uma continuação de temporada, já que ao longo do último episódio o que vemos é uma “repetição” de certos acontecimentos: Lorelai pede dinheiro emprestado a sua mãe com a condição que ela e Luke a visitem e  Rory encontra Dean – seu primeiro namorado no supermercado (Local em que se conheceram). Ainda ocorre a cena que mais chama atenção: Rory procura o seu pai ,Christopher, para contar que pretende escrever um livro e pergunta se o pai não sentiu que podia ter sido diferente e ter criado a filha. Christopher reponde que o que ocorreu parece que foi o destino. Ou seja, ao analisar tudo indica que Logan representa o que Cristopher foi para Lorelai Gilmore e Jess (Milo Ventimiglia) é o “Luke da Rory” pois afinal Jess amadurece  muito e com as pequenas aparições demonstra que ainda senti algo especial por Rory. Isto é, “o ciclo” se iniciará novamente com Rory grávida. Sinceramente, Rory não foi o que eu esperava para esta temporada.

E algo que senti falta ... Quem não se pegou, pelo menos uma vez, cantando junto da telinha a música “Where you lead” da abertura do seriado? A canção só é tocada no final.Não há a famosa abertura da série.


Enfim, Gilmore Girls: A year in the life mata a grande saudade que os fãs tinham do seriado, mas traz uma Rory que o público certamente não se identificará. 

sábado, 26 de novembro de 2016

Livros: Autor Ailton Teodoro















O autor Ailton Teodoro entrou em contato com o blog e como é importante incentivar a leitura dos livros nacionais segue uma postagem.

Ailton Teodoro Nasceu no Rio de Janeiro é designer, artista plástico, escritor e professor
 universitário. Escreve peças de teatro, livros sobre crítica social, artes, quadrinhos, e 
infanto juvenil. Possui em sua criação artística uma lista com mais de 300 personagens de quadrinhos, participa de bienais internacionais do livro e faz exposições por todo o Brasil

 Livros publicados: Lindalva a baratinha , Os Aventureiros e Subsistência .
Para informações sobre sinopse e compra dos exemplares o autor deixou o contato de sua homepage:

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Lançamentos: Editora Novo Conceito

A seguir, selecionei dois livros dos lançamentos da editora Novo Conceito que chamam atenção:

Sinopse:"Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade. Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los."


Sinopse:"Celestine North vive em uma sociedade que rejeita a imperfeição. Todos aqueles que praticam algum ato julgado como errado são marcados para sempre,excluídos da comunidade, seres não merecedores de compaixão. 
Por isso, Celestine procura viver uma vida perfeita. Ela é um exemplo de filha e de irmã, é uma aluna excepcional, bem quista por todos do colégio, além do mais, ela namora Art Crevan, filho da autoridade máxima da cidade, o juiz Crevan.
Em meio a essa vida perfeita, Celestine se encontra em uma situação incomum, que a faz tomar uma decisão instintiva. Ela faz uma escolha que pode mudar o futuro dela e das pessoas a seu redor. 
Ela pode ser presa? Ela pode ser marcada? Ela poderá se tornar, do dia para a noite Imperfeita? 
Nesta distopia deslumbrante, a autora best-seller Cecelia Ahern retrata uma sociedade em que a perfeição é primordial e quem cometer qualquer ato falho será punido. A história de uma jovem que decide tomar uma posição que poderá custar-lhe tudo."

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Livro: Ligeiramente Pecaminosos - Mary Balogh


Sinopse: "Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia. 
Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos. 
Porém, apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão. 
Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história."

Comentando...

 Mary Balogh consegue surpreender o leitor, colocando não somente os protagonistas cativantes  como também personagens secundários que fizeram toda a diferença ao longo do enredo dando humor e dinâmica ímpar.

 Outro elemento que dá o toque necessário para o livro é a perda de memória de Alleyne trazendo um recomeço ao personagem.

" [...] Será que foi apenas um sonho sem sentido ou terá sido um fragmento de memória tentando se destacar nesta bruma densa do esquecimento?" - Página 52

"[...] O passado se encontrava oculto atrás daquela cortina em sua mente e o futuro era ainda mais desconhecido do que deveria ser para a maioria das pessoas. Mas o presente era maravilhoso." - Página 190

Diálogos que prendem atenção:

" [...] Tenho senso de humor. Uma evidência-chave. Agora talvez sejamos capazes de descobrir quem eu sou. Mas, não, talvez não... atualmente não existe mais a figura do bobo da corte, não é mesmo? Seria uma pista bastante promissora." - Página 54 

" - Quando amamos alguém - divagou ela - , não vemos mais essa pessoa objetivamente. Nós a vemos com o coração. [...]" - Página 76

Sem sombra de dúvida, esse foi o livro da Balogh que mais se destacou contendo a carga certa de drama, romance e humor.

"Ligeiramente Pecaminosos" tem uma linda capa, representando a doce Rachel York. Então, como presente aos leitores aqui do blog, "Sinto muito, Rachel! Mas você ficará de costas momentaneamente." O motivo? Para destacar, a foto de como eu imagino lorde Alleye Bedwyn. Espero que gostem da minha imaginação!

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Livro: A Sombra Do Passado - Sylvain Reynard













Sinopse:"A jovem e doce Raven Wood está em Florença trabalhando na restauração de O nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli. Certa noite, ao tentar evitar que um sem-teto seja agredido, ela mesma fica em perigo, mas é salva a tempo pelo belo e poderoso William York. Depois desse encontro, eles se envolvem numa improvável e avassaladora paixão.
 O príncipe vampiro jura seu amor por Raven e promete se vingar de todos os que um dia a feriram. Contudo, ela prefere não ceder à violência e, para surpresa de William, busca nele algum traço de humanidade sob a aparente frieza – alguma bondade que lhe permita entregar-se a ele sem receios.
 Mas um perigo terrível pode pôr fim à felicidade do casal. Uma sombra se espalha por Florença, colocando em risco a paz que há séculos existe entre seres humanos e sobrenaturais. Enquanto tenta proteger Raven, o príncipe precisa descobrir quem o traiu e evitar uma guerra entre poderes há muito adormecidos."

Comentando...


Continuação de "A Transformação de Raven"; o livro " A Sombra do Passado" traz a mesma atmosfera de romance e mistério. Há um desfecho quanto a vingança em relação ao personagem Gabriel (da Trilogia "O Inferno de Gabriel"), contudo percebe-se ao longo da leitura que a vingança não está relacionada apenas a este personagem e mostra intrigas pela busca do poder no reino dos vampiros.

 Há revelações sobre alguns personagens que dão uma reviravolta no enredo, é o que acontece com o padre Kavanaugh. O leitor pode saber mais do passado do "Príncipe" (Willian York) e o único fato que senti falta foi que apesar de ter diversas cenas do casal Willian e Raven, certas vezes dá a sensação de que a cena foi incompleta e poderia ter sido mais desenvolvida. 

O livro deixa aquele gostinho de quero mais, porque a saga ainda não foi finalizada então ao final deste volume ainda tem problemas que deixarão o leitor louco para que se resolvam (Quero logo, o próximo volume!). Considero um dos pontos altos do livro a narrativa que é muito bem trabalhada, a seguir alguns trechos:

" Era o mais improvável dos casais.No entanto, estava claro para ambos que formavam um par perfeito."- Página 17

" [...] Essa moça nobre, feroz e generosa que tratava o sofrimento humano como se fosse responsabilidade dela." - Página 55

"Um vampiro irritado é um criatura que deve ser evitada.E infelizmente, Aoibhe não conhecia essa máxima." - Página 126

 Ao final do livro, além do Glossário com termos e nomes de personagens, há dois capítulos extras referentes a Gabriel.

E uma curiosidade: O autor foi bem ousado ao colocar Machiavelli (Nicolau Maquiavel) consagrado por sua obra "O Príncipe" como um vampiro ... Mais detalhes: Leia o livro!

domingo, 16 de outubro de 2016

Na Cabeceira : O Coração da Esfinge – Colleen Houck













Sinopse:"Lily Young achou que viajar com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar. Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez.
Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos.
Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.
Nesta sequencia de O Despertar do Príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas."

Comentando...

Ao terminar de ler este livro, cheguei a conclusão de que esta autora tem o dom de causar nos seus leitores uma ressaca literária. O Coração da Esfinge é que nem aqueles livros no qual grudam na sua pele, seus olhos querem devorar cada palavra, seu coração vai parar na boca a cada reviravolta que acontece na história. Você fica naquele doce conflito: querer e ao mesmo tempo não querer que o livro chegue ao final. Além da “maldita” ressaca, é não ter com quem dividir os múltiplos sentimentos que o livro despertou em mim. Mas, a minha querida amiga Lu, me cedeu um espaço para tecer alguns comentários – sem spoiler – sobre a obra.
Lily Young acreditava piamente que suas aventuras pelo mundo já tinham acabado, juntamente com o afastamento do seu grande amor. O que sobrara de Amon foram as lembranças e aquele escaravelho do coração. Amuleto este que a mantém conectada a ele. Mesmo estando em dimensões divergentes. Presenciar os tormentos que ele passa é totalmente agonizante. Mas, o que uma simples mortal pode fazer para diminuir o sofrimento do Príncipe do Egito?

Devido a este amuleto, Anúbis, recorre a Lily por ela ser a única capaz de salvar Amon do mundo dos mortos. A única coisa mais importante para ele. Lily embarca numa jornada que promete um caminho tortuoso, com obstáculos inimagináveis e deuses imponentes. Munida somente com a coragem e com o amor que sente por Amon, ela vai mergulhar completamente no mundo do Além, recorrer aos Deuses e enfrentar monstros. A única coisa certa é que a jovem mortal se sobreviver ao final de sua jornada, irá se tornar algo mais complexo, intricado de novos sentimentos e significados.

O Coração da Esfinge consegue ainda aumentar a sua dose de aventuras, passamos além do Egito, embarcando no mundo dos Deuses, no além e no mundo dos mortos. A rica mitologia egípcia está tão bem detalhada que é como se o leitor se infiltrasse na pele da protagonista. Colleen provou nesta sua nova série de livros, que sabe escrever além da Série dos Tigres. Aqui, percebemos as diferenças entre as suas protagonistas. Lily é muito mais madura do que Kelsey. Os personagens masculinos, Amon, Asten e Ahmose diferem totalmente dos tigres (meu amor, minha vida Ren e Kishan).

Sim, para dosar o lado da ação, temos comédia e romance. Mas, só vou dizer que o amor e suas variações vão te levar a uma montanha russa de emoções. E te digo, vale a pena comprar o tíquete e embarcar neste carrinho.  

XOXO
Mia Duarte

p.s: Muitíssimo obrigada Lu, por me chamar para falar desta série que ganhou o meu coração. E que eu torço muito para que NÃO SEJA ADAPTADA :p

Trilha sonora: Hailee Steinfield – Starving e Jorge Blanco – Light your heart

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Livro: A Fera em mim - Serena Valentino














Sinopse:"Um príncipe amaldiçoado se isola em seu castelo. Poucos o viram, mas aqueles que conseguiram tal proeza afirmam que seus pelos são exagerados e suas garras são afiadas – como as de uma fera! No entanto, o que levou esse príncipe, que já foi encantador e amado por seu povo, a se tornar um monstro tão retraído e amargo? Será que ele conseguirá encontrar o amor verdadeiro e pôr um fim à maldição que lhe foi lançada? Em “A Fera Em Mim”, conheça a história por trás de um dos mais cativantes e populares contos Disney de todos os tempos: A Bela e a Fera!"

Comentando...

Assim que soube desse lançamento fiquei muito curiosa para ler! Primeiro comentário, a capa é linda, percebe-se o carinho com o leitor a cada detalhe.
Agora sobre a leitura, quem conhece este clássico infantil, certamente vai adorar analisar o outro ponto de vista da história. A autora conseguiu trazer de uma forma bem natural todos os importantes acontecimentos de "A Bela e a Fera" pelos olhos do príncipe enfeitiçado - A Fera.  

É extremamente interessante conhecer os detalhes de como o príncipe recebeu esta maldição. No livro, Serena Valentino não comenta de apenas uma bruxa que o amaldiçoou e sim de uma com mais três irmãs! 

 Situações inusitadas como a amizade do príncipe (Antes de tornar-se a Fera) com Gaston. Outro fato é do príncipe adorar caçar e o leitor conhecer todas as ações egoístas dele. A autora ainda deixa no ar a relação de alguns personagens com outros dos famosos contos de fada, como  a vilã Úrsula da "Pequena Sereia".

Curiosidade: No livro inteiro, o nome da Fera não é revelado. É algo que ainda tenho curiosidade.

A seguir, deixo alguns trechos de "A Fera em mim":

"[...] Afinal, era um monstro. E monstros não conheciam sentimentos, principalmente o sentimento chamado amor." - Página 19

" [...] E seu amigo que deu uma festa assim? Não foi bem-sucedido depois do acontecimento do sapatinho de cristal ser solucionado?" - Página 58-59

"[...] Sentiu como se estivesse morrendo. Para morrer, primeiro é preciso estar vivo. E a fera podia finalmente dizer que, ao encontrar o amor, tinha vivido." - Página 178

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Livro: À sua ESPERA - Abbi Glines














Sinopse:"Mase sempre preferiu a vida simples em seu rancho no Texas à agitação do mundo do pai em Rosemary Beach. Na verdade, ele quase nunca visita o famoso astro do rock e Nan, sua meia-irmã mimada e egoísta. Mas tudo muda quando conhece uma das empregadas da casa, uma garota linda que, sem saber da presença dele, o desperta com seu canto desafinado.
Depois de anos sendo maltratada pela família e pelos colegas por causa de um distúrbio de aprendizagem, Reese conquistou sua liberdade e mora sozinha trabalhando como diarista para as famílias ricas da cidade. No entanto, seu sustento fica ameaçado quando ela causa um acidente na casa de Nan Dillon. 
Ao ser salva por Mase, um rapaz atencioso e com charme de caubói, Reese fica surpresa pelo gesto dele e, depois, apavorada quando ele demonstra interesse nela. Nunca na vida Reese conheceu um homem em quem pudesse confiar. Será que Mase pode ser diferente?
Nessa ardente paixão que nasce entre a doce e batalhadora Reese e o centrado e sexy Mase, Abbi Glines mais uma vez mescla tristezas da vida real com amores de contos de fada e nos faz suspirar até a última página."


Comentando...

 Depois de ler " À sua espera" agora entendo porque na primeira página do livro Abbi dedica ao seu filho e espera que ele torne-se um homem ponderado, gentil, atencioso e generoso. Pois são exatamente estas qualidades que a autora coloca em seu personagem Mase.

" [...] quando meu menino lindo e seu coração imenso se apaixonassem, seria perdidamente. Você nunca fez nada pela metade. Você não deu os primeiros passos, já saiu correndo.Não disse uma primeira palavra, cantou o verso inteiro de uma música. [...]" - Página 206

"- Mase Colt Manning luta por aqueles que ama. Ele é assim. E eu sei que ele tentou lutar por você. Ele queria vencer suas batalhas. [...]" - Página 209

Ou seja, é missão impossível não se apaixonar por este personagem e Reese não conseguirá resistir:

"Já tinha dado meu coração a Mase Manning. Não me restava nada para guardar. [...]" - Página 135

Reese é uma personagem extremamente sofrida, ela trabalha fazendo limpeza em algumas casas na Rosemary Beach e confesso que inicialmente pensei " Poxa! Nada contra a mocinha está em uma situação financeira ruim, mas por que não colocar ela bem sucedida? ".Entretanto ao analisar o contexto da trama e principalmente a temática da dislexia abordada, tudo fica com mais sentido. Essa parte da dislexia não é spoiler pois não vou contar detalhes, apenas vou deixar registrado que a autora trata com delicadeza esse assunto. Outro assunto abordado é sobre o abuso  do padastro  e uma mãe que na verdade nem pode ser chamada de "mãe" pois em momento algum apoia a filha.Ou seja, a protagonista possui  uma carga pesada de problemas.

 Há presença dos outros personagens da série e claro não poderia faltar "Nan sendo Nan", ou seja, aprontando mais uma para acrescentar na lista de "Motivos de não gostar da Nan".

 Abbi fecha esse livro com aquele gostinho de quero mais. Mantêm as mesmas características já conhecidas em suas narrativas: Capítulos curtos, personagens interligados e não poupa nas descrições de cenas hots. Quem gosta do estilo de Abbi Glines fique tranquilo pois não se decepcionará.