quinta-feira, 25 de maio de 2017

Livro: A noiva do Capitão - Tessa Dare

Sinopse: "Madeline possui muitas habilidades preciosas: é uma excelente desenhista, escreve cartas como ninguém e tem uma criatividade fora do comum. Mas se tem algo em que ela nunca consegue obter sucesso, por mais que tente, é em se sentir confortável quando está cercada por muitas pessoas... Chega a lhe faltar o ar! Um baile para ser apresentada à Sociedade é o sonho de muitas garotas em idade para casar, mas é o pesadelo de Maddie.
E, para escapar dessa obrigação, a jovem cria um suposto noivo: um capitão escocês. Ela coloca todo o seu amor em cartas destinadas ao querido – e imaginário – Capitão Logan MacKenzie e convence toda a sua família de que estão profunda e verdadeiramente apaixonados.
Maddie só não imaginava que o Capitão “MacFajuto” iria aparecer à sua porta, mais lindo do que ela descrevia em suas cartas apaixonadas e pronto para cobrar tudo o que ela lhe prometeu."

Comentando...

“Às vezes uma mulher não precisa se encaixar no papel que criaram para ela. Nós fazemos o necessário para trilhar nosso próprio caminho, para criar nosso próprio espaço”.

O que é melhor para uma leitora quando vê que a protagonista é uma sonhadora e possui um incrível dom para a escrita? Somente me vem a cabeça ler e reler A Noiva do Capitão e fazer de conta que naqueles preciosos momentos de leitura vou ser a própria Maddie fantasiando  o seu capitão escocês durante quase uma década. Madeline cria toda esta artimanha, o seu próprio admirador secreto, para fugir do seu debut na sociedade Londrina e toda uma temporada de bailes e a pressão social.

“A vida toda de Maddie foi um exercício para evitar atenção. Observar, em ver de ser observada. Ela dominava a arte de se esconder à vista de todos. Pela primeira vez, ela queria  que aquela atenção nunca acabasse.”

O que começara com uma brincadeira inocente, acaba virando uma verdadeira bola de neve. E vai se passando o tempo, Madeline se envolve na sua mentira. Ela encontra no meio daquelas cartas, uma válvula de escape para a pressão que sofre na família. E a maneira de assim seguir os seus sonhos e não o que a família quer.  Maddie realmente consegue: um castelo, uma renda e a Escócia, então não podendo mais viver de sonhos de adolescente, ela dera um fim digno ao seu guerreiro escocês, Capitão Logan Mackenzie.

“Era desconcertante o quanto ele sabia a respeito dela sem a conhecer de verdade. Ela, por sua vez, estava completamente no escuro com relação ao Logan MacKenzie real.”

Tudo seriam rabiscos e dedos manchados na vida de Madeline, se não fosse a visita de um guerreiro escocês que se diz ser o CAPITÃO LOGAN MACKENZIE. Um homem de proporções alarmantes para uma jovem sonhadora, que se encaixa com precisão nas suas descrições. Porém, a personalidade doce e romântica não tinha nada a ver com aquele homem frio e arrogante.

“Foi perturbador de tão romântico, isso sim. Você poderia ser um pouco menos encantador? Isso deveria ser um casamento de conveniência.”

Logan é um guerreiro, que nunca entenderá como uma tola adolescente da aristocracia inglesa decidira mandar cartas para um soldado escocês. Mas, há males que vem para o bem, e ele faria o que estivesse ao seu alcance para tirar bom proveito da situação. Ela tinha um castelo nas terras da Escócia, o lugar de direito e grande para ele e sua tropa de soldados. Tudo que tinha que fazer era casar com a jovem.

“Aquelas marcas revelavam que a vida dele tinha sido de batalhas e lutas, assim como os dedos pálidos e manchados de tinta contavam que a vida de Maddie era rabiscar.”

A Noiva do Capitão é um estilo de bela e a fera. A Madeline como a jovem que esta em busca de concretizar os seus sonhos: ser ilustradora; Logan é a fera, o guerreiro que sofrera muito na vida e que conseguira sobreviver a inúmeros obstáculos. Acompanhamos a interação entre os dois, Logan mostrando que mesmo “sem coração” é um homem honrado e com grande senso de justiça e responsabilidade com os seus homens. Então, um casamento de conveniência, se torna algo mais complicado, já que a atração entre ambos não consegue atingir este objetivo.

“Finalmente, ela possuía um instante de triunfo. Aquele escocês das Terras Altas podia ter aparecido do nada e a encurralado, deixando-a sem opções que não fossem adversas ao restante de sua vida... mas tinha conseguido aquela pequena vitória sobre ele.”

“Salões de baile em Londres, atoleiros na Escócia... não haveria lugar no mundo que fosse seguro para uma desajeitada solteirona inglesa?”

Uma boa dose de briga de cão e gato, Maddie e Logan vão se conhecendo, e um atoleiro aqui, um baile acolá, a clima fica cada vez mais profundo e palpável. Seguindo o mesmo estilo dos livros anteriores, A Noiva do Capitão traz mais uma história envolvente e divertida, com personagens que seguem os seus sonhos e não desistem dos obstáculos que vão encontrando no caminho.


“Essa é a coisa mais admirável em você, mo chridhe. A capacidade que tem para trazer vida onde parece não existir nada.”

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Livro: O Jogo - Elle Kennedy

Sinopse:"Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?"

Comentando...


Primeiramente, um grande agradecimento para Editora Paralela que gentilmente enviou este exemplar de cortesia para o blog.

O Jogo é repleto de cenas Hots desde o início, contudo o livro não trata somente disso. Ao longo da leitura, conhece-se cada vez mais os personagens e a autora consegue trabalhar de uma maneira fluída,  sem focar somente no drama, temas sérios como a perda de alguém querido, as decisões de trabalho na vida adulta e conflitos amorosos.

Em primeira pessoa, Kennedy alterna o ponto de vista da leitura entre Dean e Allie, narrativa com linguagem simples e direta. Uma certa dosagem de humor. Destaco a referência a saga Crepúsculo ( Tanto o livro quanto o filme), este trecho renderá boas risadas para o leitor. Outra parte um tanto cômica fica por conta da série francesa fictícia denominada de "Solange" trata-se de um drama ao estilo mexicano com muitas reviravoltas que a personagem Allie assiste com Dean.

A autora também utiliza do recurso "musical" introduzindo em diversos acontecimentos música que faz o leitor ficar curioso, querer ouvir a música citada e de certo modo torna a ficção um pouco mais real pelo fato das músicas existirem. 

A capa ficou linda e representa muito bem o casal de protagonistas conforme são descritos.

 Quem não leu os volumes anteriores pode sem problema ler "O Jogo", já que cada livro trata de um casal. Contudo, será inevitável alguns spoilers dos volumes anteriores, mas os detalhes de cada casal somente lendo cada livro.