segunda-feira, 9 de abril de 2018

Assisto ou Desisto: Série The Handmaid's Tale








Sinopse:Depois que um atentado terrorista ceifa a vida do Presidente dos Estados Unidos e de grande parte dos outros políticos eleitos, uma facção toma o poder com o intuito declarado de restaurar a paz. O grupo transforma o país na República de Gilead, instaurando um regime totalitário baseado nas leis do antigo testamento, retirando os direitos das minorias e das mulheres em especial. Em meio a isso tudo, Offred é uma "handmaid", ou seja, uma mulher cujo único fim é procriar para manter os níveis demográficos da população. Ela é entregue ao Comandante, um oficial de alto escalão do regime, e a relação sai dos rumos planejados pelo sistema.

Comentando...

O "Assisto ou Desisto" de Abril é da famosa série 
The Handmaid's Tale baseado no livro ("O conto da Aia") de 1985 da autora  Margaret Atwood. Não li o livro então esta postagem está restrita sobre a série que por sinal, nossa (Nossa!) é difícil de comentar. 

Inicio pelas premiações que não são poucas: Indicada a 13 Emmys e ganhou em oito categorias. Vencedor de dois Globos de Ouro, dois prêmios 
Satellite Award , dois TCA  Award , dois referente ao Critics' Choice Television Award e um prêmio de Costume Designers Guild Award.

Exibida originalmente pelo serviço de streaming Hulu e recentemente começou a ser exibida em canais de tv à cabo. A primeira temporada é composta de 10 episódios com duração entre 50 até 60 minutos. 

Offred, uma mulher que acabou sendo transformada em uma Aia( Termo utilizado para as mulheres responsáveis por gerar um filho , visto que a maioria das mulheres não conseguia ter um bebê).As Aias eram obrigadas a ter relações sexuais com os comandantes designados a elas com a presença da esposa, o ato é chamado de "cerimônia". Ao longo dos episódios o espectador tem "flashes" sobre a antiga vida de Offred (Ela tinha um marido, uma filha).Também é mostrado o passado de outros personagens importantes na história.

As cenas são fortes e muito chocantes. Mostra o extremo sofrimento das mulheres sendo tratadas como inferiores perante aos homens, a hipocrisia da nova Sociedade estabelecida e coloca em questionamento o "Fanatismo Religioso" que justifica atos brutais e desumanos.

Ótimas atuações, destaque é que tem  Alexis Bledel - eterna Rory de Gilmore Girls. Me pergunto o que a personagem Lorelai Gilmore falaria ao ver cada capítulo. O episódio de número dez deixou aquela curiosidade por mais e em breve teremos a segunda temporada. 


Por fim, prepare-se para frases como: “Bendito seja o fruto” e “que o Senhor possa abrir” e bom seriado.

12 comentários:

  1. Menina, nas premiações desse ano só dava essa série, o que deixou a minha curiosidade lá nas alturas, hehe. Pretendo assisti-la sim, mas preciso estar no clima (é que não sou muito chegada a dramas).

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    ResponderExcluir
  2. Oi Luiza

    eu tenho paciência zero pra séries, de verdade!
    Começo mas nunca termino!
    Mas como a esperança é a última que morre, sempre anoto as dicas!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Luiza, tudo bem!
    Li sobre essa série no ano passado e sobre o sucesso que ela anda fazendo, mas apesar da trama diferente, não fiquei tentada a assisti-la.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uma das melhores séries que assisti na vida =D

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu!
    Eu maratonei essa série com o coração na garganta, mas aplaudindo porque Ô SERIEZONA DA PORRA viu
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Quero muito assistir a série e ler o livro também. Parece ser muito interessante a história

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Luiza!
    Eu não vi a série, mas li o livro. Gostei tanto do livro que fiquei com medo de assistir e estragar a experiência :P

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lu
    Não ligo muito quando uma série ganha muitos premios da indústria. Não eh isso que me faz ver uma série (e até mesmo prefiro aquelas que a midia não dá nada por ela)
    Mas, como é uma dica sua, vou ver o piloto nesta semana para dar um veredito.

    XOXO
    Mia Duarte

    ResponderExcluir
  9. Mais um p lista. Amei a resenha L.

    ResponderExcluir
  10. Não assisti a esta série ainda, mas morro de vontade. Eu já li o livro e adoreiii, mas disseram que a série é ainda melhor.

    Espero conferir em breve!
    Abraços!

    livrosfilmesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu, essa série tá parecendo bem chocante! Eu geralmente fico destruída com séries que falam sobre abusos e privação da liberdade, sei lá o porquê. A autora tem dois livros que me interessam, então pretendo ler primeiro para depois conferir as séries. Ótima postagem!

    Beijo da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderExcluir
  12. Voltando aqui p dizer que essa série é perfeita e devia também ser catalogada como terror,pois fiquei foi é com medo dela kkkk

    ResponderExcluir