sábado, 18 de abril de 2015

O novo do passado, clássico de hoje: A princesinha (A Little Princess)

Sinopse: "1914, Simla, Índia. Sara Crewe (Lisel Matthews) é uma garota inglesa que vivia feliz, apesar de ser órfã de mãe. Quando eclodiu a 1ª Guerra Mundial seu pai, o capitão Crewe (Liam Cunningham), que pertencia ao exército inglês, tem que ir para a guerra. Porém antes vai a Nova York para deixar Sara num luxuoso internato para moças, no qual a mãe dela já estudara e que é administrado agora com mão de ferro pela Srta. Minchin (Eleanor Bron). A Srta. Minchin fica incomodada com a criatividade de Sara, que logo cativa a maioria das garotas. Um dia o Sr. Barrow (Vincent Schiavelli), o advogado do pai de Sara, chega no colégio para dizer que não haveriam mais pagamentos, pois o pai de Sara tinha morrido em combate. Minchin então faz Sara trabalhar como uma criada, para pagar sua estada ali."

Comentando...


 Baseado no conto infantil A Little Princess de Frances Hodgson Burnett, a mesma autora de "O Jardim Secreto". Quando iniciei o blog fiz um singela postagem sobre o filme, mas como gosto TANTO resolvi fazer mais uma postagem. "A Princesinha"  fez parte da minha infância e  sem sombra de dúvidas, é um dos meus favoritos até hoje. Repleto de cenas e diálogos extremamente marcantes é um filme que todos deveriam assistir. Motivos? Vou listar aqui, apenas alguns:


❤ ❥ A demonstração de amor entre um pai e uma filha;
❤ ❥ Demonstra o poder da imaginação:
  Em cenas como as histórias contadas por Sara; 

 Quando o pai dá uma boneca e fala para Sara que quando ela estivesse triste e com saudade falasse com a boneca que esta imediatamente passaria a mensagem para ele e ainda acrescenta explicando que quando ninguém olha as bonecas ganham vida;

 Outra cena que me marcou é quando Sara se vê em dificuldade e com um pedaço de giz traça um círculo em volta de si mesma, pois lembra de uma história contada na Índia, em que um círculo foi montado para proteger a princesa e enquanto estivesse nele mal algum iria ocorrer;

❤ ❥ Foi indicado ao Oscar em :
Melhor Direção de Arte e Cenário; 
 Melhor Fotografia;


❤ ❥ Uma protagonista  absolutamente encantadora: Uma verdadeira Princesinha. 

7 comentários:

  1. Esse filme é lindo. Também me lembro com saudade dele. A cena que não dá para esquecer é quando ela faz o circulo. Linda homenagem.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Luiza!

    Eu AMO esse filme! Eu assistia sempre que passava na Sessão da Tarde e até gravei ele em VHS (sim, sou velha)...mas a fita mofou e tive que jogar fora!
    Mas graças a Deus existe uma coisa chamada Netflix e ele encontra-se lá, lindo e fofo como sempre!
    Esse filme é tão lindo, uma lição de amor total!
    Essa parte onde Sara fala que todas as meninas são princesas é lindaaaa!
    Acho engraçado a parte onde ela finge que está lançando um feitiço naquela menina chatinha (esqueci o nome agora) e fala que acha que é melhor ela parar de pentear o cabelo! hahaha

    Beijão
    - Tamires
    Meu Epílogo

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Luiza!

    A Princesinha fez parte da minha infância e tenho um amor muito grande por essa história. É tão linda, inteligente e encantadora. Sou apaixonada pelo livro e o filme. Até assisti - pela milionésima vez, alguns dias atrás.
    Ótimo post! :)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Menina, coisa mais linda do mundo esse filme, gostei muito mais do que Jardim Secreto, é belíssimo, chorei litros nesse...rs
    Sua postagem sobre ele está magnífica, parabéns

    Daily of Books

    ResponderExcluir
  7. Nossa, eu amava esse filme! Assisti dezenas de vezes, assim como O Jardim Secreto!
    Parabéns pelo post e pelo blog!

    Bjs da Cami
    mynerdbubble.blogspot.com.br

    ResponderExcluir