quinta-feira, 18 de junho de 2015

Livro: A Rainha Vermelha

Sinopse: "O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.
Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?
Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração."

Comentando...

Mare Barrow rouba para ajudar a família que não tem muitas condições e que devem sempre servir a elite de prateados.

"Minhas mãos entram e saem num só gesto, sempre toques rápidos." Pág. 5

Ela faz parte de uma família de vermelhos, vermelhos não possuem poderes e são constantemente considerados inferiores aos prateados. Prateados têm poderes, dinheiro e status.

"Esta é a verdadeira distinção entre prateados e vermelhos: a cor do sangue. Esta única diferença os torna mais fortes, mais inteligentes e melhores que nós." Pág. 14

Só que a vida de Mare começa a mudar quando ela recebe um emprego no palácio. Lá ela vê que os poderes dos prateados são maiores do que ela imaginava.

"Você serve ao rei agora." Pág. 62

Ao ver-se em uma estranha situação Mare descobre que possui poderes, algo impossível para uma vermelha.

"Você não é prateada. Seus pais são vermelhos, você é vermelha, seu sangue é vermelho." Pág. 86


O livro A Rainha Vermelha te prende com a trama entre vermelhos e prateados. Um livro de tirar o fôlego e que você não consegue largar até chegar na última página.

Vemos uma sociedade em que há conflitos entre os vermelhos e prateados, e que os vermelhos estão começando a se erguer contra os prateados.

Mare é uma personagem que faz o que pode para ajudar a família, ela sente vergonha pelo modo que encontrou para ajudá-los, mas também se sente capaz de fazer algo que poderá levá-la a prisão se for pega.Ela descobre que possui poderes, algo que todos achavam impossível em um vermelho. Vai fazer de tudo para mudar a situação dos vermelhos, mesmo que tenha que manipular as pessoas que ama. Mare não vai pensar muito nas consequências de seus atos e vai utilizar tudo o que puder para chegar em seus objetivos.

Quando Mare vai para o palácio temos uma visão maior da nobreza, descobrimos que alguns prateados não são tão ruins e que outros são muito piores. Ela vai descobrir que está em uma intriga muito maior do que pensava e que não se deve acreditar em qualquer pessoa. 

O livro possui outras personagens bem elaboradas, cada uma com uma história intrigante.

A Rainha Vermelha é  indicado para quem gosta de uma história com um toque de fantasia, uma distopia bem elaborada e com uma leitura bem envolvente. O final do livro é emocionante e você fica desejando o próximo volume logo.

8 comentários:

  1. Achei muito estranha essas história de ter sangue prateado! hahaha
    Parece-me um bom livro, ainda estou curiosa pelo nome.. Será Mare uma rainha? ...

    http://vicioseliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Estou muito curiosa sobre este livro, mas sempre tenho receio de comprar uma série ou trilogia antes de já ter sido toda publicada e ter que esperar um tempão pelo próximo volume. Vamos ver se aguento a curiosidade e espero pra ler depois.
    beijinhos

    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
  3. Eu amo distopias, e esse livro tem recebido tantos elogios que é
    claro que farei a leitura.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Eu sou fascinada por distopias,tanto as classicas como as mais atuais. Fiquei louca para ler rainha vermelha ,principalmente depois dessa resenha. Não sei porque,mas assim que eu vi a capa ,me lembrei dos livros da autora Richelle Mead....vampiros,acho que não tem nada haver...mas me lembrei..kkk
    Beijão
    http://www.leituraseloucuras.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Estou bem curiosa em relação a esse livro por ser um sucesso imediato e de temas que eu gosto, adoro fantasias e essa com pegada medieval me parece bem interessante!

    Blog: Dei um Jeito

    ResponderExcluir
  6. Oi Luiza
    Ouvi ótimas coisas sobre esse livro e fiquei bem curiosa!
    Sem contar que a capa é linda, né? Entrou pra minha lista de desejados do mês, sem dúvidas nenhuma!

    Beijos
    Daisy - nuvemdeletras.com

    ResponderExcluir
  7. Esse livro tem uma premissa muito boa e diferente. E acredito mesmo que o enredo é de tirar o fôlego dos leitores. Acho que até quem não gosta muito de distopias vai curtir esse livro.

    bju
    http://ventoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Em todo lugar que eu vou esse livro está, acho que é uma espécie de sinal! A verdade é, eu reluto muuuuito em ler esse gênero (fiquei um pouco traumatizada depois da saga Grisha), mas a curiosidade tá me matando essa resenha não ajudou (muito boa)! Eu me rendo!

    http://estantedeumafangirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir