sábado, 3 de novembro de 2018

Livro: Crash - Nicole Williams














Sinopse: Para a adolescente Lucy, nada é mais importante que o balé. A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem. Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela garota certinha é obrigada a mudar de escola. E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e inseguranças, que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma toca de lã na cabeça. Jude, o maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, e talvez até o genro que todo pai pediu a Deus... se não tivesse sido preso várias vezes e não morasse num abrigo para garotos desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros- o mais importante é o que Jude sente por ela. E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão.

Comentando...

Confesso que ao ver a capa deste livro logo chamou a atenção. Contudo, o estopim que me fez desejar tanto ter "Crash" na minha coleção literária foi saber que o nome dos protagonistas foram dados em homenagem à determinadas canções do grande ícone musical The Beatles. A protagonista Lucy refere-se a música "Lucy in the sky with diamonds" e Jude por causa de "Hey Jude".

Um Young-Adult pela idade dos protagonistas porém as problemáticas abordadas são características mais do gênero "New Adult".

Contado em primeira pessoa sob a perspectiva de Lucy - uma linda jovem, corajosa e romântica.


" — Tá bom, tá bom. Eu sei que as mulheres estão dominando o mundo, mas eu ainda sou antiga para algumas coisas. [...] Acredito que deva ser o homem a tomar iniciativa com uma garota. [...]" - Página 12

                              " [...] Mas eu precisava continuar dançando.

Isso era a única coisa que me mantinha com a cabeça fora d` água quando eu  sentia que estava me afogando. A única que me fazia sobreviver ao dias  sombrios. A que que ainda me recebia de braços abertos  correspondia ao meu amor. A única coisa que não havia mudado em minha vida. " - Página 27

" [...] Na maior parte dos dias, conseguia enterrar minhas inseguranças e meu  passado horrível debaixo de muita atitude e temperamento.Dias como o de hoje me lembravam como eu era frágil. Como minha armadura supostamente forte podia ser facilmente perfurada pela pessoa errada  munidas das palavras certas." - Página 63

" [...] descobri que a dança não só disfarçava a dor, mas a curava. O balé me salvou de um jeito único. como meus pais, médicos e até eu mesma não teríamos conseguido. [...]"  - Página 143
Jude é aquele famoso bad-boy que a autora soube dar a profundidade no seu herói.

"—  [...] Não, Luce. Você olha para mim e me vê. —  Ele sorriu. —  Nem me lembro da última vez que isso aconteceu. - Página 79

Para quem lê MUITO pode achar que trata-se de uma leitura clichê. Entretanto, não se engane. Williams sabe trabalhar muito bem com cada personagem desde protagonistas aos secundários, como a mãe e o pai de Lucy. Versa elementos psicológicos do passado até o momento presente. E provoca a sede de leitura ao deixar no ar os segredos dos protagonistas que são revelados ao longo do enredo.


" [...] A única maneira de saber se Jude Ryder partiria meu coração
era abri-lo para ele.
A epifania deveria ser mais assustadora do que era. [...]" - Página 98

Nicole tem costume de um capítulo para outro mudar a ambientação ou passagem de tempo na história . Não há aquela descrição detalhada e sim diversos acontecimentos que regem a trama. Williams carrega um certo toque de sensibilidade ao tratar cada problemática fato essencial para tornar Crash uma leitura especial.

A diagramação está muito bem feita e delicada contendo elementos como a sapatilha ou uma fita formando um coração no encerramento de capítulos os passagens.

Para finalizar a resenha, deixo um trecho da canção "Hey Jude" tão significativa para esta leitura:


  Hey Jude
Hey, Jude, don't make it bad
Take a sad song and make it better
Remember to let her into your heart
Then you can start to make it better

Hey, Jude, don't be afraid
You were made to go out and get her
The minute you let her under your skin
Then you begin to make it better

And anytime you feel the pain
Hey, Jude, refrain

Don't carry the world upon your shoulders

[...]
Composição: John Lennon / Paul McCartney

16 comentários:

  1. Oi Luiza, que história!
    Então, eu amo romances difíceis, e essa questão dos segredo me deixou intrigada. Isso que você falou sobre a descrição, achei importante, porque descrição de mais deixa a leitura arrastada.
    Gostei muito do livro!

    Até mais!
    https://www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Lu,
    Eu quero taaaaaaaaaaanto ler esse livro! Super faz meu estilo, porém eu sempre acho o livro muito caro pelo número de páginas dele :(
    Mas não desisti, vou conhecer a história em breve!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Luiza.
    Quando vi essa capa eu fiquei interessada nele. Mas acabou que enjoei desse gênero e comecei a ver esse tipo de enredo com outros olhos e por isso é um livro que não lerei.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Parece bem interessante.
    ótima resenha L!

    ResponderExcluir
  5. Hey Luiza! Tudo bom?
    Primeiramente, obrigada por me indicar suite francesa, eu adorei o filme.
    Não conhecia esse livro, mas adorei a resenha.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  6. Oi! Essa série deixa o leitor doido. O casal tem muito drama e muita paixão e o nosso coração bate mais forte a cada página.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi, Luiza!
    Confesso que essa capa não me chama a atenção, aliás eu nem gosto muito. Se fosse só por isso, não leria o livro. Porém, já vi outras resenhas positivas sobre ele e saber que é de um gênero que eu gosto, me fez vê-lo por outra visão.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  8. Olá Luiza, tudo bem?

    Gostei muito da capa do livro e a premissa parece ser bem interessante. Vi algumas resenhas positivas dele, deve ser muito bom! Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Luiza! Essa capa é muito bonita, simples, mas interessante... eu gostaria de ler a história, porque nunca li uma que tem como pano de fundo o balé e gosto bastante de histórias que intercalam passado e presente.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela resenha Luiza! Já li Crash e curti bastante. Estou ansiosa para ler Clash! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu, tudo bem?
    Parece um bom romance! Gostei da capa também, bem bonita e representativa em relação à história.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Parece ser uma história bem legal. Não sei se faz muito meu estilo, mesmo assim adorei saber que você gostou :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha! Gostei da forma como você detalha a obra! Parabéns! Deu vontade de ler.

    ResponderExcluir
  14. Lu!
    Eu tenho curiosidade faz um tempinho de ler esse livro... Acho que a falta de ambientar o tempo podem me deixar confusa (Fuck Love fez isso comigo) mas acho que talvez me arriscaria, sim, hein?
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  15. Oi Luiza,
    Tenho curiosidade em ler esse livro, adoro o fato da protagonista ser bailarina, ainda não li romance assim.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  16. Oi Luiza,

    Já ouvi falar bem desse livro e a premissa até que é bacana. Eu não leria agora, mas não descarto a leitura futuramente.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir