sexta-feira, 13 de março de 2020

Livro: Para todos os garotos que já amei - Jenny Han



















Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar

Comentando...

 Este livro ganhei assim que foi lançado (Tenho Primeira edição, sim eu reparo isso). Na época, capa e título chamaram minha atenção; lembro de ter comentado com uma amiga (Naiara - "Nainha") e depois ela me presenteou com o livro. 

 Tempos depois soube que a Netflix ia produzir um filme baseado em "Para todos os garotos que já amei". Só li o livro agora porque ,finalmente, consegui comprar os demais volumes que completam a trilogia. E somente depois de ler que assisti o primeiro filme.

 Posso dizer que durante cerca de duas semanas tive a doce experiência de "ser" Lara Jean Song e foi ótimo!Me vi não sentindo absolutamente "nada" ou até mesmo desprezo, pensando:"Como Peter é metido e superficial" e no meio da leitura já estava me apaixonando.

Quem viu o filme infelizmente só tem algo muito raso da vida de Lara. Personagens que amei como Kitty aparecem de forma um tanto pálida na produção. Por isso apesar de ser um filme fofinho; passa bem longe da representatividade do livro. Principalmente as partes finais alteradas. Nem trailer do filme vi; o que foi ótimo porque, tive minha própria percepção ao ler. O ator ,Noah Centineo, que interpretou Peter na minha cabeça seria/é perfeito como Josh!

"Ele tem a expressão de um Garoto Bonito de outra época. Poderia ter sido um belo soldado da Primeira Guerra Mundial, bonito o bastante para uma garota esperar durante anos [...] A beleza natural de Peter parece saída de um filme antigo.[...]" - Página 39 

  Narrado em primeira pessoa,o leitor tem todo o contato com os pensamentos da encantadora personagem Lara Jean. 

"[...] É engraçado como boa parte da infância depende da proximidade. Como a escolha da melhor amiga está diretamente relacionada com a proximidade das casas; como a pessoa que se senta ao seu lado na aula de música depende do quanto seus nomes estão próximos na chamada. Era uma questão mais relacionada à sorte do que qualquer outra coisa. [...]" - Página 38

 Uma das minhas cenas favoritas que NÃO tem no filme: é ir com Peter comprar cadeiras para o antiquário da mãe dele (Tenho um certo fascínio por coisas antigas e o passado/significado atrelado a cada objeto). Então naquele momento o personagem me conquistou.

 A família mostra-se parte importante do livro; amizade, fraternidade e o descobrimento do amor. Esta leitura me fez retornar anos e anos atrás quando li a série "O Diário da Princesa".

 Tem um elemento que sou apaixonada: Cartas e no livro lemos todas.

"[...] Cartas de verdade, escritas à mão em papel, que ela pudesse segurar e guardar e reler sempre que desse vontade. Eram provas sólidas e tangíveis de que alguém estava pensando nela." - Página 108

"Para todos os garotos que já amei" é aquela leitura leve que te conquista aos poucos e tornou-se um dos meus " livros queridinhos". Finalizo a resenha com o trecho:

— [...] Mas muitas pessoas que conheço namoraram e não se apaixonaram nem uma vez. [...]" - Página 173

7 comentários:

  1. Parece ser aqueles livros bem delicinha de ler, vi o filme e amo, Jenny Han faz livros ótimos o último que li O melhor verão de todos <3

    abraços, Yeah, Dream High!

    ResponderExcluir
  2. Acho bem fofa a história, porém não é um livro que eu leria frequentemente.

    Beijos

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  3. Oi, Lu!
    Essa série é muito fofa, né?
    Eu li logo que lançou o primeiro.
    E, sim, você tem razão: os filmes são muito rasos, o segundo principalmente.
    Cortam tanto!
    Corta a personalidade dela, a interação entre eles.
    Enfim, é bonitinho e fofo, mas nada comparado ao livro, né?

    Beijoooos

    Teca Machado
    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luuuu!
    Geralmente os filmes não são tão bons quanto livros né?
    Oq de certa forma é bom, porque nos faz querer ler sempre rsrs

    Eu ainda não parei pra ver o filme e nem li o livro.
    Mas gostei da dica.

    ResponderExcluir
  5. Oi Lu
    Confesso que já vi o filme, mas o livro ainda não li, estou com ele na fila de leitura :)

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde tudo bem? Sou carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. E seguirei o seu com prazer. Novos amigos também são bem vindos, não importa a distância.

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir